Bloco Associe-se

Associe-se ao Idec

Editorial

Os donos dos dados

Cabe ao consumidor consentir e decidir como suas informações pessoais devem ser usadas.

Dados pessoais se referem a toda informação relacionada a cada indivíduo que permite identificá-lo. São uma parte de nós, que deixamos como rastro durante nossa vida. Desde os números de documentos ou telefones, o registro de endereço, onde estivemos ou quanto ganhamos são dados que pertencem somente a nós. E apenas o dono dessas informações pode definir como eles devem ser usados. Mas entre a teoria e o que vemos na prática há uma grande distância.

Informação X Publicidade

No aniversário de 32 anos do Idec, lutamos por informações mais claras para o consumidor.

No dia 21 de julho de 2019, o Idec completa 32 anos. São mais de três décadas em defesa do consumidor, de forma independente de empresas, partidos ou governos. Lutamos por causas, orientando, conscientizando e defendendo a ética nas relações de consumo e o lado mais vulnerável dessa convivência, os consumidores.

Vigilância constante

Luta pelos direitos do consumidor é um trabalho constante.

A luta pelos direitos do consumidor é um trabalho que precisa ser ininterrupto. A todo tempo é necessário estar na defesa de direitos já existentes, que constantemente estão sob risco, e no ataque por mais proteção, principalmente quando o avanço tecnológico abre novas possibilidades na relação entre as empresas e o consumidor.

15 de março

Para o Idec, todo dia é dia do Consumidor e de lutar pelo respeito aos nossos direitos.

Todo dia é dia do Consumidor. É dessa forma que decidimos marcar a passagem do Dia Mundial do Consumidor de 2019 na Revista do Idec. Entendemos que a data – que marca a declaração dos direitos básicos do consumidor pelo então presidente do EUA John F. Kennedy, em 1962 – deve sempre ser lembrada, mas nossas comemorações ocorrem mesmo é no dia a dia, a cada vitória que conquistamos, a cada direito que é respeitado.

Menos é mais

Começo de ano é uma boa época para quem quer consumir de forma mais consciente.

Quando buscamos viver de forma mais sustentável, pelo bem coletivo ou individual, nos colocamos à prova de tentações e obstáculos. Mas esse é um caminho que a cada dia se mostra mais benéfico. Por isso, a primeira Revista do Idec de 2019 traz em suas páginas pesquisas, informações e experiências para ajudar aqueles que querem consumir de forma mais consciente.

Novo ano de luta

Estamos próximos a mais um fim de ano. 2018 foi um período de muitas lutas e conquistas, e nos deixa novos desafios, que exigem uma sociedade forte e vigilante em 2019. E assim o Idec permanecerá: firme na defesa de direitos e da cidadania, pelo bem da coletividade, e atento aos mais vulneráveis.

Direito à informação

O acesso à informação clara e correta está na origem do empoderamento dos consumidores e no amadurecimento de uma sociedade mais democrática. Também fortalece o cidadão e permite que a liberdade de escolha individual possa ser exercida em sua plenitude. Acreditamos que a função da Revista do Idec é esta: informar os consumidores e torná-los mais fortes.

Direitos e igualdade

O acesso à energia elétrica está entre os direitos básicos do cidadão. Contudo, programas federais dos últimos governos ainda tentam avançar para que mais brasileiros possam contar com esse serviço essencial. Mas o direito à luz elétrica ainda não chegou a todos. E para os que contam com ele, a qualidade ainda é um problema.

SEM DESCANSO

Edição reforça como a luta em defesa dos direitos dos cidadãos precisa ser algo duradouro.

A luta em defesa dos direitos dos cidadãos precisa ser algo perene. Não se deve nunca descansar após as batalhas vencidas nem desistir após as derrotas. Há 20 anos, o Brasil viu nascer uma lei que buscava dar alguma ordem a um cenário quase sem regras. Assim nasceu em junho de 1998, a Lei nº 9.656, conhecida como Lei de Planos de Saúde.

Uma luta termina, outras recomeçam

Felizmente, pudemos encerrar mais uma edição com boa notícia: o Supremo Tribunal Federal (STF) homologou o acordo de planos econômicos. A partir da publicação da decisão, começam a contar os prazos para as etapas seguintes, necessárias para o tão esperado pagamento dos poupadores.

Na reportagem que começa na página 22, explicamos novamente quais são os próximos passos e anunciamos o início de um ciclo de reuniões que faremos para orientar os associados que fazem parte de processos do Idec sobre o Plano Verão e que têm interesse em participar do acordo.

Páginas

Subscrever RSS - Editorial