Bloco Associe-se

Associe-se ao Idec

Saiba como continuar economizando energia elétrica mesmo após o horário de verão

Medidas simples, como evitar o modo stand-by nos aparelhos eletrônicos, ajudam a gastar menos luz o ano inteiro   Atualizado em 16/02/2017 

separador

Atualizado: 

16/02/2017

No horário de verão, o consumo de energia diminui. Com os relógios atrasados em uma hora, os dias têm mais tempo de luz solar e a iluminação natural pode ser mais aproveitada, dispensando o uso de lâmpadas, por exemplo. 

 
Quando ele chega ao fim,  a economia de energia elétrica tende a ser reduzida e a conta de luz pode subir.  Mas algumas medidas simples podem ajudar a continuar economizando o ano inteiro.
 
Evitar o desperdício é importante não só pela conta de luz, mas também por ser uma prática ambientalmente responsável:  a produção de energia é uma das grandes vilãs na emissão de gases de efeito estufa na atmosfera. 
 
Por isso, veja abaixo algumas dicas e adote-as no seu dia a dia.
 
Adeus, stand-by
 
Uma das maneiras mais fáceis de economizar energia elétrica é tirar da tomada os aparelhos eletrônicos que não estão sendo utilizados, evitando o modo stand-by. 
 
Essa simples medida pode gerar uma economia de cerca de 15% nas contas de energia elétrica, segundo uma pesquisa realizada pelo Idec em 2008. 
 
Mas, atenção: ligar e desligar os aparelhos eletrônicos com frequência pode diminuir sua vida útil. Por isso, o mais aconselhável é desligar os eletrônicos quando não forem ser utilizados por um período considerável de tempo (o decorrer do dia, por exemplo).
 
Lâmpadas mais eficientes
 
As lâmpadas tipo LED apresentam um nível de eficiência energética maior do que as comuns. Com uma lâmpada desse tipo de apenas 10 Watts (W) é possível iluminar um ambiente com a mesma intensidade que com uma incandescente de 60 W ou uma fluorescente compacta de 15 W. As lâmpadas tipo LED são mais caras, mas também têm uma durabilidade maior.
 
As lâmpadas fluorescentes também são uma boa opção em termos de economia. Uma lâmpada de 20W desse tipo ilumina tanto quanto uma convencional de 100 W. 
 
Assim, troque gradualmente (à medida que forem queimando) as lâmpadas convencionais de sua casa por fluorescentes ou LED. 
 
Além disso, sempre vale lembrar: apague as luzes dos ambientes que não estiverem em uso!
 
Freezer e geladeira
 
Mantenha a geladeira e o freezer em local bem ventilado. Evite abrir a geladeira sem necessidade, pois, a cada vez que a porta é aberta, a temperatura no interior do aparelho aumenta e o motor precisa trabalhar mais para resfriá-la. 
 
Regule o termostato da geladeira, deixando-o adequado à temperatura ambiente.
 
Além disso, descongele periodicamente a geladeira, caso o aparelho não tenha essa função automática. O excesso de gelo no congelador faz com que o motor trabalhe 30% a mais do que o normal e, consequentemente, consuma mais energia.
  
Outras dicas
 
- Acumule o máximo de roupa para lavar e passar de uma única vez.
 
- Evite utilizar o microondas para preparar comida. Priorize o fogão a gás. 
 
- Na hora de comprar novos aparelhos, prefira aqueles com selo A de eficiência energética Procel (Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica). O selo tem quatro categorias: A, B, C e D, que vai do mais ao menos eficiente em relação ao gasto de energia, respectivamente.