Bloco Associe-se

Associe-se ao Idec

De olho nos rótulos

Boas escolhas dependem de informações claras e adequadas sobre o produto. Por isso, ficar DE OLHO NOS RÓTULOS é tão importante para escolher alimentos mais saudáveis.

Você já deve ter parado algumas vezes nos corredores dos supermercados por muitos minutos para tentar ler e entender tudo que está nos rótulos antes de escolher o que entra ou não no seu carrinho.

O rótulo dos alimentos é um importante aliado: ele traz informações preciosas sobre a composição do produto que não devem passar despercebidas. E aqui vamos te ensinar a entender e dar ferramentas para você ficar DE OLHO NOS RÓTULOS e poder fazer escolhas melhores.

Rótulo confuso? Veja no que prestar atenção

Você não está sozinho. Uma pesquisa realizada por nós do Idec mostra que cerca de 40% dos entrevistados admite ter alguma dificuldade para compreender as informações do rótulo. Para ajudar a resolver esse problema, listamos seis dicas para os consumidores “decifrarem” os rótulos.

SAIBA MAIS

Mudança à vista! Entenda como vão ficar os rótulos

Após um longo período de debates com especialistas e de uma consulta pública que teve mais de 23 mil participações, em outubro de 2020, a Anvisa aprovou o novo modelo de rótulos frontais de alimentos: a lupa. Com ela, os alimentos que tiverem quantidades excessivas de açúcar, sódio e gorduras saturadas terão um selo com essa informação na parte da frente da embalagem.

E apesar de a norma já estar aprovada, ela só começa a valer em 09 de outubro de 2022. A mudança, apesar de não atender a todas as necessidades dos consumidores, é um avanço para melhorar a qualidade da informação nutricional. Por isso, precisamos ficar DE OLHO NOS RÓTULOS.

Faltam
305 DIAS
para a indústria iniciar a inclusão da lupa nos rótulos

Pontos positivos da rotulagem frontal

  • Lista clara de alimentos e bebidas in natura ou minimamente processados que define quais itens não terão o selo
  • A lupa ficará na parte da frente do rótulo com os dizeres “alto em”, em preto e branco
  • É proibido fazer alegações sobre os mesmos nutrientes do rótulo nutricional frontal. O que significa que se tem a lupa com alto em gorduras, não pode dizer que tem menos gorduras totais, saturadas, trans ou colesterol
  • Obrigatoriedade de inclusão do selo na metade superior do rótulo
  • Proibição de outros modelos de rotulagem nutricional frontal junto com a lupa para evitar confusão ao consumidor

Pontos negativos da rotulagem frontal

  • Sem estudos publicados que comprovem a eficácia e superioridade do modelo.
  • Independente do número de nutrientes críticos (seja açúcar, sódio, gorduras) presentes no produto, somente um selo é inserido.
  • Proporção do selo é pequena em relação ao rótulo como um todo.
  • Pesquisadores e profissionais de saúde do Canadá já criticaram o modelo, pois os consumidores precisam ler as informações e não conseguem entendê-las somente com o símbolo.
  • Pontos de corte para classificar alimentos alto em sódio, açúcar e gorduras saturadas são alto demais, e portanto muitos alimentos não saudáveis ficarão sem a lupa
  • Longo prazo de adequação para que a norma entre em vigor (24 meses)

Veja como foi a luta por rótulos menos confusos

O Idec defende o seu direito de saber o que come dentro do Grupo de Trabalho coordenado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), desde 2014, mas essa luta começou muito antes.

CONHEÇA TODO O HISTÓRICO

Saiba mais sobre os rótulos

Os rótulos na America Latina

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Receba semanalmente dicas para fazer as melhores escolhas e evitar abusos, além de acompanhar nossas lutas por direitos em diversas áreas.