Bloco Associe-se

Associe-se ao Idec

Coto.net #6: acordar olhando o Whatsapp é uma praticidade ou um vício?

Novo episódio do podcast do programa de Direitos Digitais do Idec aborda como a tecnologia sequestra as mentes dos seus usuários através de vulnerabilidades psicológicas

Compartilhar

separador

Atualizado: 

27/03/2019
Coto.net #6: acordar olhando o Whatsapp é uma praticidade ou um vício?

Se você já zerou os stories do instagram, mesmo seguindo 500 pessoas, viu quase todo o cardápio de séries da Netflix e já se distraiu porque não consegue parar de checar suas redes sociais, o episódio Acordar olhando o Whatsapp: praticidade ou vício?, o sexto programa do Coto.net - o podcast de Direitos Digitais do Idec - é pra você.

Isso porque o design de muitos destes intermediários de conteúdos são como armadilhas para nosso cérebro, então é melhor conhecer suas estratégias para não cair na timeline infinita do Facebook ou na reprodução automática do Youtube e perder horas de seu precioso tempo.

O tema do podcast foi inspirado no artigo How Technology is Hijacking Your Mind — from a Magician and Google Design Ethicist (Como a tecnologia está sequestrando a sua mente - por um mágico e Designer Ético da Google, em português), do ex-designer ético da Google, Tristan Harris, que explica, passo a passo, como a tecnologia consegue afetar a concentração, o bem estar e o comportamento de bilhões de pessoas.  Leia o artigo traduzido aqui.

Tristan mostra dez estratégias das empresas de tecnologia para nos manter conectados, que incluem fazer as redes sociais funcionarem como caça-níqueis - com recompensas intermitentes e variáveis -, explorar suas necessidades de aprovação social, ou então criar fluxos de conteúdos ilimitados e com reprodução automática.

Para agarrar sua atenção, os designers de produtos jogam com as suas vulnerabilidades psicológicas (consciente e inconscientemente), dando às pessoas a ilusão de liberdade de escolha, enquanto arquitetam o menu de escolha para que eles ganhem, independente do que você venha a escolher. Tudo isso lucrando com o tempo gasto pelas pessoas em sua plataforma.  

Porém, para quem compreende o problema, é muito mais fácil resolvê-lo - e, quem sabe, também fica mais fácil finalmente cumprir aquela meta de ano novo de usar menos o celular e organizar melhor o seu tempo.

Neste programa, participam da discussão a psicóloga Ivelise Fortim, coordenadora do Janus - Laboratório de Estudos de Psicologia e Tecnologias da Informação e Comunicação e professora da PUC (Pontifícia Universidade Católica), e Eduardo Laurentino, do grupo de Computação Social do Instituto de Matemática e Estatística da USP (Universidade de São Paulo).

O episódio está disponível em todas as grandes plataformas tocadoras de podcast e você pode escutá-lo diretamente aqui.

Sinopse do episódio "Acordar olhando o whatsapp: praticidade ou vício?"

Já zerou os stories do instagram, mesmo seguindo 500 pessoas? Se distrai no trabalho ou na faculdade porque não consegue parar de olhar o whatsapp? Entenda como isso te afeta e por que as tecnologias fazem isso, conversando com um estudante de computação, uma psicóloga e a nossa equipe de direitos digitais. Por mais que a gente tente se desapegar, às vezes parece que a tecnologia está sequestrando a nossa mente e nosso tempo - não é à toa e não acontece só com você. Confira episódios anteriores.

 

LEIA TAMBÉM

Como a tecnologia está sequestrando a sua mente

Dados pessoais: um guia para não ser rastreado