Bloco Associe-se

Associe-se ao Idec

Já está mais caro abrir uma conta no Unibanco, Nossa Caixa e Itaú

Aumento de tarifas pesa no bolso do consumidor

Compartilhar

separador

Atualizado: 

09/08/2011

Mal terminou o prazo do Banco Central que impedia o aumento de tarifas e os bancos já fizeram seus reajustes. O Unibanco saiu na frente: aumentou todas as tarifas e pacotes. A Nossa Caixa manteve os pacotes e subiu os valores de alguns serviços. O Itaú elevou duas tarifas avulsas. A resolução nº 3.518/07, que impedia os bancos de realizarem reajustes nas tarifas dos serviços bancários pelo período de 180 dias (mas admitia sua redução a qualquer tempo), vigorou até 29/10/2008.

Quando a determinação entrou em vigência, em 30/04/2008, foram padronizadas as nomenclaturas de 31 tarifas bancárias avulsas (incluindo a sigla que deve constar no extrato ao lado do valor) e definidas regras para que todos os bancos oferecessem serviços de acordo com os canais de entrega do serviço (pessoal, eletrônico ou correspondente bancário).

Unibanco

As tarifas divulgadas no site do Unibanco apresentam reajuste médio dos serviços avulsos e pacotes em torno de 6%. Das 31 tarifas padronizadas, seis não foram reajustadas (cadastro para início de relacionamento - R$ 120,00; renovação cadastral - R$ 45,00; cheque de transferência bancária - R$ 0,40; saque presencial - R$2,45; fornecimento de extrato mensal e por período - R$ 4,40 cada operação).

O maior reajuste foi para o fornecimento de cheque a partir da 11º folha de R$ 1,40 para R$ 1,50 (7,14%). O menor foi para transferência entre contas na própria instituição (a partir da 3ª transferência) R$ 1,40 para R$1,45 (3,57%). Outras 21 tarifas do Unibanco foram reajustadas em média 6,15%.

Os pacotes oferecidos pelo Unibanco também foram reajustados em média 6% conforme tabela:
 

Tarifas Vigentes 30/abr 30/out Reajuste
%
Nome do pacote Valor da mensalidade
Uniclass Premium 41,80 44,30 5,98%
Uniclass Max 33,00 35,00 6,06%

Talvez também te interesse: