Bloco Associe-se

Associe-se ao Idec

Infográfico mostra se propostas de candidatos a prefeito de SP sobre mobilidade estão de acordo com a lei

Material organizado pelo Idec indica se posições defendidas sobre temas como redução de velocidades, corredores de ônibus e ruas abertas seguem diretrizes da Política Nacional de Mobilidade Urbana  

Compartilhar

separador

Atualizado: 

29/09/2016
A três dias do primeiro turno das eleições municipais, o Idec lança nesta quinta-feira (29) 
um infográfico que mostra a posição de cada candidato à prefeitura de São Paulo (SP) sobre os pontos mais relevantes para a mobilidade na cidade.
 
São eles: redução de velocidades na cidade; fiscalização de trânsito; desestímulo ao veículo individual motorizado; faixas e corredores de ônibus; ciclovias e ciclofaixas; pedestres e segurança; e ruas abertas para as pessoas. Clique aqui para acessar o infográfico.
 
O material mostra se as propostas e discursos feitos pelos candidatos sobre cada um desses temas estão de acordo com a Política Nacional de Mobilidade Urbana (Lei  12.587/2012) ou são contrárias a ela. 
 
“A lei é o principal balizador sobre o tema e é imperativo que suas diretrizes sejam seguidas pelos gestores municipais”, destaca Rafael Calabria, pesquisador do Idec. “Ela preza pela vida e prioriza de forma clara e explícita os modos coletivos e ativos de locomoção, ou seja, transporte público, bicicleta e a pé”, resume.
 
O infográfico se baseia em informações dos programas de governo registrados no Tribunal Superior Eleitoral, em sabatinas e entrevistas realizadas por diversos veículos de imprensa, encontros presenciais com candidatos e debates veiculados na televisão.
 
Propostas monitoradas
 
O Idec acompanhou de perto a campanha eleitoral em São Paulo para saber o que as candidatas e candidatos pensam sobre os temas relacionados à mobilidade urbana, uma das principais pautas em disputa nessas eleições na cidade.
 
No Dia Mundial Sem Carro (22/9), o Instituto ajudou a organizar um encontro presencial com os prefeitáveis para falar especificamente sobre esse assunto e participou também de transmissões online após todos os debates televisionados para avaliar o que foi abordado. 
 
Essas atividades foram realizadas em parceria com organizações como Greenpeace, Ciclocidade, Cidadeapé e Cidade dos Sonhos.
 
 
 

Talvez também te interesse: