Bloco Associe-se

Associe-se ao Idec

Dossiê sobre os impactos dos agrotóxicos na saúde é lançado no Rio

Livro da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco) traz evidências científicas sobre a relação entre agrotóxicos, transgênicos e doenças e diagnostica atual situação destas substância no País

Compartilhar

separador

Atualizado: 

30/04/2015
Foi lançado ontem (28/04) na UERJ (Universidade do Estado do Rio de Janeiro) a nova edição do Dossiê Abrasco, trazendo um alerta sobre os impactos dos agrotóxicos na saúde. A data marca também o Dia Mundial da Saúde, comemorado no mês de abril, e os quatro anos de existência da Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela Vida. Estiveram presentes diversas organizações que atuam junto à Abrasco no combate ao uso indiscriminado de agrotóxicos e transgênicos, incluindo o Idec.
 
A obra lançada reúne as três partes revisadas do Dossiê Abrasco lançadas ao longo de 2012 e traz ainda uma nova seção chamada “A crise do paradigma do agronegócio e as lutas pela agroecologia”, que traz informações sobre acontecimentos, estudos e decisões políticas referentes aos agrotóxicos e também aborda o movimento em prol da redução de uso dessas substâncias, bem como da adoção e disseminação de um novo modelo agrícola.
 
Focado na correlação direta entre o uso de agrotóxicos e problemas de saúde, o material denuncia  a piora da situação do País em relação ao uso de agrotóxicos, com aumento consecutivo de seu consumo e ainda a liberação de comercialização de organismos geneticamente modificados (OGMs), cujo cultivo é associado ao uso intensivo destes produtos . Em nota, a organização afirma que “Não há dúvida, estamos diante de uma verdade cientificamente comprovada: os agrotóxicos fazem mal à saúde das pessoas e ao meio ambiente”.
 
O dossiê aborda ainda, entre outros temas, importantes esforços nacionais aliados no combate ao uso de agrotóxicos, como a Política Nacional para a Prevenção e Controle do Câncer, a Política Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica e aposta também na possibilidade de consolidação do Programa Nacional de Redução de Agrotóxicos (Pronara). O Dossiê está disponível para download AQUI