Bloco Associe-se

Associe-se ao Idec

Mapa de Feiras aproxima consumidores e produtores orgânicos

Pesquisa realizada pelo Idec constata que 40% dos participantes encontraram locais de venda que buscavam

Compartilhar

separador

Atualizado: 

11/12/2017

Um mês após lançar a nova versão do Mapa de Feiras Orgânicas, o Idec realizou uma pesquisa com os usuários para saber qual a opinião sobre os novos conteúdos e funcionalidades disponíveis, além de avaliar para qual finalidade o site é utilizado. 

Das 280 pessoas participaram da avaliação, 40% afirma ter encontrado no Mapa uma iniciativa que frequentam ou que já conheciam, o que indica que parte significativa dos participantes já tem proximidade com a temática ou com o consumo de alimentos orgânicos. 

A pesquisa também constatou que 75% dos participantes são mulheres e 25% são homens. “Estes dados provavelmente correspondem ao perfil de quem utiliza o Mapa de Feiras”, afirma Mariana Garcia, nutricionista do Idec. 

Outro dado mostra que 42 usuários que responderam à pesquisa, depois de navegarem no site, encontraram e visitaram pelo menos uma nova iniciativa, demonstrando o importante papel do projeto em incentivar os usuários a frequentar os espaços de comercialização de orgânicos.

De acordo com a nutricionista, a pesquisa também é importante para verificar que o Mapa ajuda os consumidores de formas efetivas. “Observamos que as novidades do site, como as seções de Biblioteca e Receitas, foram bem avaliadas e estão auxiliando os usuários a saber mais sobre os alimentos orgânicos e a prepará-los”, afirma. 

Dá para melhorar 

Em relação às dificuldades de acesso, 9% dos participantes afirmaram não ter encontrado iniciativas próximas aos locais buscados. 

“Este dado pode indicar tanto que o site ainda não apresenta todos os locais de comercialização de orgânicos existentes, mas também que há demanda para a elaboração de políticas públicas de incentivo à criação e manutenção desse tipo de comércio em mais espaços”, diz Garcia.

O Mapa 

O Mapa de Feiras Orgânicas foi criado em 2012 com o intuito de estabelecer relações mais próximas e saudáveis entre os consumidores e agricultores, além de estimular a economia local sem prejudicar o meio ambiente.

No início do projeto, havia cerca de 100 feiras cadastradas no Brasil. Atualmente, já são 726 iniciativas disponíveis, espalhadas por todos os estados do país. 

Além de feiras orgânicas, a nova versão do Mapa mostra para o consumidor onde estão localizados os comércios parceiros de orgânicos e os grupos de consumo responsável. 

“Estes tipos de iniciativas, que aproximam o produtor de quem compra, vêm apresentando bastante procura por parte dos consumidores, o que acreditamos estar relacionado à conscientização da população sobre os benefícios dos orgânicos e os malefícios dos agrotóxicos”, destaca Garcia.