Bloco Associe-se

Associe-se ao Idec

Golpistas aproveitam para enganar beneficiários de planos econômicos

Poupadores com direito a pagamento até R$ 5.000 receberão à vista

Compartilhar

separador

O Tempo

Atualizado: 

16/01/2018

O pagamento das indenizações fruto da perda de rendimento da poupança em razão dos planos econômicos nas décadas de 80 e 90 ainda nem começou e já há golpistas no mercado querendo se dar bem. “Já tivemos notícias de estelionatários que estavam querendo antecipar o pagamento de custas de processos aqui em São Paulo”, diz a advogada do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) Claudia Almeida.

A entidade participou da negociação que permitiu a restituição das perdas dos poupadores desse período.

Em Belo Horizonte, a professora aposentada Elenice Costa conta que, na última quarta-feira (6), recebeu um telefonema informando que teria direito a R$ 37.658 referentes aos planos Bresser e Collor. “Só que eu não ingressei na Justiça e disse isso para a atendente, que disse que eu teria direito mesmo assim”, conta.

Entretanto, para receber o dinheiro seria necessário fazer um depósito de R$ 498 relativo às despesas de cartório.

A advogada do Idec ressalta que, em especial, nos períodos de crise, os golpes tendem a aumentar.

O coordenador do Procon Assembleia, Marcelo Barbosa, alerta que informações não devem ser disponibilizadas para os desconhecidos, ainda mais pelo telefone. “Não acredite em tudo. Não ache que você vai receber algum dinheiro sem motivo”, frisa.

DICAS

- Cuidado com desconhecidos oferecendo vantagens;
- Não passe informações e não confirme seus dados pelo telefone;
- No caso da indenização dos planos econômicos, só terá direito quem ingressou com uma ação na Justiça;
- Se você tem uma ação, procure o seu advogado.