Bloco Associe-se

Associe-se ao Idec

Acordo com poupadores foi possível porque governo mudou posição, diz Idec

Compartilhar

separador

Estadão

Atualizado: 

22/06/2018

A presidente do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), Marilena Lazzarini, afirmou nesta terça-feira, 22, que o acordo entre poupadores e bancos em torno das perdas ocasionadas pelos planos econômicos nos anos 1980 e 1990 foi possível graças a uma mudança de posição do governo, ocorrida em 2017. O Executivo passou a adotar uma posição neutra. Anteriormente, era um alinhamento favorável ao sistema financeiro.

Falando em nome dos poupadores durante cerimônia de lançamento da plataforma de adesão ao acordo, encerrada há pouco no Planalto, ela disse que o entendimento foi um "alento" aos poupadores, após uma sequência de derrotas no Judiciário. "Não foi fácil lidar com os bancos no Judiciário, nem mesmo na mesa do acordo", disse.

Ela ressaltou a importância da caderneta na vida financeira das famílias brasileiras.