Bloco Associe-se

Associe-se ao Idec

Idec pede pronunciamento de autoridades sobre situação do leite

O objetivo do documento é fazer com que Mapa eAnvisa comuniquem publicamente, em rede nacional, qual é a real situação das investigações e se os lotes de leite e derivados disponíveis no mercado estão próprios para consumo ou não

Compartilhar

separador

Atualizado: 

18/08/2011

Em 31/10, o Idec encaminhou ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), um pedido de esclarecimento em relação às marcas envolvidas na adulteração do leite, lotes atingidos e procedimentos que os consumidores devem adotar a partir de agora.

O pedido especifica a necessidade de um comunicado oficial para toda a população brasileira, e não apenas para imprensa e órgãos competentes.

"Diante de tantas notícias publicadas, é essencial que eles informem diretamente aos consumidores sobre o que é ou não verdade e que assegurem a qualidade do que está nas prateleiras", destaca a presidente do Conselho Diretor do Idec e especialista em vigilância sanitária, Silvia Vignola.

Silvia afirma ainda que é obrigação das autoridades esclarecer todas as dúvidas dos consumidores, e, se for necessário, disponibilizar um canal de comunicação direto para informar o que for preciso. "As empresas têm feito pronunciamentos públicos dizendo que o consumidor pode ficar tranqüilo. Agora, cabe ao Mapa e à Anvisa confirmar se essas informações são verdadeiras para que o consumidor se sinta seguro ao comprar o leite e seus derivados".

Além do pedido de pronunciamento, o Idec, em parceria com o Fórum Nacional de Entidades Civis de Defesa do Consumidor, faz algumas propostas imediatas, como a criação de uma força-tarefa para inspecionar todos os laticínios do país.

Clique aqui e acesse o conteúdo da carta enviada às autoridades