Bloco Associe-se

Associe-se ao Idec

Idec lança livro sobre alimentação saudável nas escolas

Lançamento aconteceu durante a Marcha dos Prefeitos, em Brasília; publicação é a primeira edição da coleção Escolas Saudáveis

Compartilhar

separador

Atualizado: 

20/06/2018

Em 22 de maio, o Idec lançou o livro Alimentação Saudável nas Escolas - Guia para municípios, primeira publicação da coleção Escolas Saudáveis. A coletânea tem como objetivo estimular a promoção da saúde e do bem-estar a partir de ações que se iniciam nas instituições de ensino e refletem positivamente em toda a sociedade.

Para marcar o lançamento, o Instituto esteve presente na XXI Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios e entregou os exemplares aos representantes das cidades brasileiras. “A distribuição do guia nesse evento teve o objetivo de disseminar experiências de melhores práticas sobre alimentação saudável em ambientes escolares para todo o Brasil”, explica Renato Barreto, especialista em políticas públicas do Idec. 

O guia apresenta experiências de legislações e práticas que estão sendo aplicadas em escolas municipais e estaduais do País. Dentre o conteúdo estão medidas que restringem a compra e a distribuição de alimentos não saudáveis nas escolas, como refrigerantes, salgadinhos, néctares de frutas e biscoitos recheados.

Na publicação, o Idec também reuniu informações sobre regulamentação das cantinas e publicidade de alimentos, além de meios de capacitação de cantineiros e atividades educativas para realizar com as equipes. Esse aparato visa a orientar e a auxiliar os gestores a aplicar medidas que tornem a alimentação mais saudável nas escolas.

“O guia foi feito para gestores públicos e equipes das áreas de Saúde e Educação, pois entendemos que todos são necessários para que mudanças significativas sejam incorporadas e impactem, de fato, as gerações futuras”, diz Barreto.

A versão online da publicação está disponível aqui

Marcha dos Prefeitos

A Marcha dos Prefeitos ocorre anualmente e reúne cerca de 3 mil prefeitos em Brasília para apresentarem suas pautas aos órgãos públicos federais. O evento é organizado pela CNM (Confederação Nacional de Municípios), que representa a maioria das cidades brasileiras, especialmente as de médio e pequeno porte.

LEIA TAMBÉM

Educação alimentar e nutricional passa a integrar currículo escolar

Anvisa confirma: modelo de alerta é opção mais eficiente de rotulagem